O que é disfunção erétil

O que é disfunção erétil

De origem física ou psíquica, esse problema, ainda tabu, afeta milhões de homens em todo o mundo. Se este for o seu caso, você deve saber que a disfunção erétil tem uma solução e pode ser prevenida. Descubra como.
revenção da disfunção erétil
O que é disfunção erétil
Causas da disfunção erétil
Fatores de risco de disfunção erétil
Sintomas de disfunção erétil
Diagnóstico da disfunção erétil
Tratamento de disfunção erétil
Prevenção da disfunção erétil
Prevenção da disfunção erétil Obesidade, consumo de álcool e sedentarismo são fatores de risco para o desenvolvimento de disfunção erétil.

Leia também: Estimulante sexual masculino qual é o melhor

A prevenção da disfunção erétil visa evitar, na medida do possível, os fatores de risco que contribuem para o seu surgimento. Como vimos, embora as chances de sofrer de disfunção erétil aumentem com a idade, esse distúrbio, que afeta diretamente sua qualidade de vida, não é uma conseqüência inevitável do envelhecimento. No entanto, há uma série de doenças e hábitos nocivos, como tabagismo e alcoolismo, que predispõem ao aparecimento desse problema.

É possível, portanto, prevenir o desenvolvimento da disfunção erétil adotando estilos de vida saudáveis ​​dos jovens ou modificando aqueles que são incorretos. Algumas medidas que podem ser adotadas são:

Deixar de fumar
Deixar de fumar
Numerosos estudos associaram a disfunção erétil ao tabagismo. O tabaco dificulta a circulação sanguínea, de modo que o pênis recebe menos risco. O tabaco tem a capacidade de alterar a síntese de óxido nítrico (NO), uma molécula que tem a função de células musculares dilatando veias, facilitando o fluxo sanguíneo e aumentar a oxigenação de tecidos, o que favorece a erecção. Os efeitos prejudiciais do tabaco podem ser mantidos após a cessação, mas estudos indicam que adultos jovens que param de fumar reduzem o risco de disfunção erétil no futuro.

Não abuse do álcool
Não abuse do álcool
Se este é um abuso ocasional, os efeitos imediatos do resultado consumo excessivo de álcool, no sentido de emoção sentida pelo bebedor não é acompanhado pela rigidez peniana habitual, ou seja, a rigidez é menor do que quando nenhum consumir álcool. No caso do alcoolismo crônico, a disfunção erétil está diretamente relacionada ao tempo, frequência e quantidade de álcool ingerido pelo paciente. Em certos casos, o alcoolismo pode causar uma disfunção erétil permanente que não se referem ou mesmo depois de sair do vício, por isso é vital para eliminar ou minimizar o consumo de álcool, logo que possível.

Realize o exercício
Realize o exercício
Como em muitas outras condições, o sedentarismo é um importante fator de risco para o desenvolvimento da disfunção erétil. O exercício físico praticado regularmente (pelo menos 3 ou 4 vezes por semana, durante pelo menos 30 minutos) tem inúmeros benefícios, reduz as chances de doenças cardiovasculares, reduzindo o colesterol ruim e promover a circulação sanguínea. Devido à estreita relação entre os distúrbios cardiovasculares e da disfunção eréctil, prevenir tais doenças (doença cardíaca, hipertensão, hipercolesterolemia, arteriosclerose), ainda mais a protecção contra a disfunção sexual.

Controlar o peso
Controlar o peso
O excesso de peso e a obesidade estão relacionados a distúrbios metabólicos que podem levar ao diabetes mellitus, uma doença fortemente associada à disfunção erétil. Portanto, é necessário seguir uma dieta saudável e balanceada combinada com a prática de exercício recomendada no ponto anterior, para evitar o excesso de peso e suas consequências indesejadas.

Resto
Resto
Falta de sono, estresse e atividade excessiva podem diminuir a libido e causar disfunção erétil. Buscando ter horas de descanso mais eficazes é vital para traçar o seu desejo.

Não se auto-medicar
Não se auto-medicar
Certos medicamentos podem causar disfunção erétil. Você nunca tomar medicamentos sem orientação médica e, no caso de continuar o tratamento por causa de doença crónica, deve tomar outras medidas (como a dieta adequada e exercício físico) para ajudar a reduzir a dose máxima de medicação necessária para obter os resultados

Fonte: https://www.valpopular.com/estimulante-sexual-masculino-qual-e-o-melhor/

Como ter um corpo marcado: 11 passos para um espetáculo físico

Como ter um corpo marcado: 11 passos para um espetáculo físico

Quando se trata de exercício, existem pessoas fazendo isso moderadamente buscando apenas se manter saudável, mas também há pessoas que tomam isso como um desafio pessoal que além de ser saudável, centra-se na aparência estética dos seus efeitos.

Você é um daqueles que procuram ter um corpo mais definido, ou o que é comumente conhecido como um corpo ‘marcado’? Então este artigo irá ajudá-lo.

Leia também: Cromofina funciona

Para atingir este objetivo exige não só o exercício em si, mas um plano de acção inteira envolvendo o apoio de especialistas na área de especialistas de fitness nutrição e treinadores.

Você realmente quer ter um corpo marcado?
Deve-se notar que ter um corpo marcado implica um alto nível de dedicação e foco: não há saídas fáceis. Atingir esse tipo de corpo está intimamente relacionado à manutenção de um estilo de vida saudável.

O termo ‘marcado’ refere-se a um corpo que a gordura corporal é muito baixo em relação ao peso do corpo, resultando em um aspecto em que os músculos visivelmente destaque.

Considera-se que uma percentagem de 7% de gordura corporal fala de um corpo ‘marcado’. Assim, o verdadeiro desafio é poder exibir um corpo com apelo estético sem deixar de lado mantê-lo saudável.

Supere o ‘dilema’ do seu peso corporal

Um dos principais dilemas que as pessoas que trabalham para alcançar um corpo tonificado não quer mudar seu rosto peso atual.

Mas é importante ressaltar que o foco não deve ser sobre o que a marca de escala, mas, como mencionado acima, a percentagem de gordura corporal, uma vez que, obviamente, o músculo é muito mais pesado do que a gordura.

Quando a balança não mostra perda de peso muitas vezes é porque a gordura está começando a ser substituída por fibras musculares.

Portanto, é importante ao adquirir um corpo marcado é construir massa corporal (o peso dos ossos, músculos e outros órgãos) e reduzir a gordura corporal, mas neste processo tem um peso ‘ganho’.

Como planejar seu plano nutricional para perder gordura e não perder músculo

Perder gordura corporal sem perder músculo, que é a chave para alcançar um corpo marcado, tem muito a ver com nutrição.

A Equação do Equilíbrio de Energia afirma que, se você comer mais calorias do que queima, ganhará peso. Da mesma forma que se você comer menos calorias do que queima, perderá peso.

Quanto mais desbaste, esse balanço de energia se torna mais complexo.

Possivelmente você pode definir o seu corpo sem tomar tal contagem rigorosa de calorias, mas todos concorrente física que tomam a sua saúde seriamente saber exatamente o que os aspectos dos cuidados em sua dieta: a contagem de calorias, registrando macronutrientes cada refeição e lanche e tempo que as calorias são consumidas.

Registo de macronutrientes (proteínas, hidratos de carbono e gorduras) pode ser definida como percentagens definidas, para os quais pode haver várias tendências: 40%, 40%, 20% (alto teor de carboidrato, baixo teor de gordura), 30%, 20%, 50% (baixa de hidratos de carbono e alto teor de gordura) ou 30%, 50%, 20% (hidrato de carbono moderado, baixo teor de gordura).

Gorduras e carboidratos que você come pode ser manipulado de acordo com seu gosto ou necessidade, mas é sempre recomendável manter um alto consumo de proteínas, que promove a construção muscular e ajuda a controlar o apetite.

Algumas linhas importantes a seguir quando se trata de nutrição concentram-se nos seguintes aspectos básicos:

1. Assista a sua ingestão de calorias

Quando se trata de marcar o seu corpo, a ingestão e calorias contagem será um dos aspectos que definem em grande parte o seu sucesso ou o seu fracasso, porque se você ingerir muitas calorias, independentemente da fonte de onde eles vêm, o corpo continuará armazená-los como gordura corporal.

Em seguida, é essencial começar a manter um registro e controle rigoroso de sua ingestão de calorias.

É aconselhável começar com uma redução de 250 a 500 calorias para perder 200 a 400 gramas de gordura por semana.

Idealmente, manter um progresso lento, mas constante, e não procuram cortar calorias muito rapidamente, pois isso irá abrandar o seu metabolismo fazendo paradas de perda de gordura.

Leia o nosso guia sobre quantas calorias você deve consumir por dia para perder peso

2. Aumentar sua ingestão de proteína
A ingestão adequada de proteínas não só ajuda a queimar mais calorias, como também é essencial para a construção de massa muscular.

É por isso que é tão importante para manter um equilíbrio entre a ingestão de calorias e proteínas, porque se nós consumimos menos calorias do que seu corpo precisa, ele pode começar a usar proteína como fonte de combustível, deixando pouca energia para a manutenção muscular

Fonte: https://www.valpopular.com/cromofina-funciona/

27 dicas de saúde e nutrição que são baseadas em evidências

27 dicas de saúde e nutrição que são baseadas em evidências

Há muita confusão quando se trata de saúde e nutrição.

As pessoas, mesmo especialistas qualificados, muitas vezes parecem ter opiniões opostas.

No entanto, apesar de todas as divergências, há algumas coisas que são bem apoiadas pela pesquisa.

Aqui estão 27 dicas de saúde e nutrição que são baseadas na boa ciência.

1. Não beba calorias de açúcar
Bebidas açucaradas são as coisas mais engordantes que você pode colocar em seu corpo.

Isso ocorre porque as calorias de açúcar líquido não são registradas pelo cérebro da mesma forma que as calorias de alimentos sólidos (1).

Por esse motivo, quando você bebe refrigerante, acaba comendo mais calorias totais (2, 3).

As bebidas açucaradas estão fortemente associadas à obesidade, diabetes tipo 2, doenças cardíacas e todos os tipos de problemas de saúde (4, 5, 6, 7).

Tenha em mente que os sucos de frutas são quase tão ruins quanto o refrigerante a esse respeito. Eles contêm tanto açúcar quanto as pequenas quantidades de antioxidantes NÃO negam os efeitos nocivos do açúcar (8).

2. Coma Nozes
Apesar de ser rica em gordura, nozes são incrivelmente nutritivas e saudáveis.

Eles são carregados com magnésio, vitamina E, fibra e vários outros nutrientes (9).

Estudos mostram que as nozes podem ajudar a perder peso e podem ajudar a combater o diabetes tipo 2 e doenças cardíacas (10, 11, 12).

Além disso, cerca de 10-15% das calorias em nozes não são sequer absorvidas pelo corpo, e algumas evidências sugerem que elas podem estimular o metabolismo (13).

Em um estudo, as amêndoas mostraram aumentar a perda de peso em 62% em comparação com carboidratos complexos (14).

3. Evite junk food processado (coma comida de verdade em vez disso)
Todas as comidas processadas na dieta são a maior razão pela qual o mundo está mais gordo e doente do que nunca.

Esses alimentos foram projetados para serem ‘hiper-recompensadores’, por isso enganam nossos cérebros para que comam mais do que precisamos, levando até mesmo ao vício em algumas pessoas (15).

Eles também são pobres em fibras, proteínas e micronutrientes (calorias vazias), mas ricos em ingredientes insalubres como açúcar adicionado e grãos refinados.

4. Não tema café
O café foi injustamente demonizado. A verdade é que é realmente muito saudável.

O café é rico em antioxidantes, e estudos mostram que os bebedores de café vivem mais e têm um risco reduzido de diabetes tipo 2, doença de Parkinson, Alzheimer e inúmeras outras doenças (16, 17, 18, 19, 20, 21). .

5. Coma peixe gordo
Praticamente todos concordam que o peixe é saudável.

Isto é particularmente verdadeiro para peixes gordurosos, como o salmão, que é carregado com ácidos graxos ômega-3 e vários outros nutrientes (22).

Estudos mostram que as pessoas que comem mais peixe têm menor risco de todos os tipos de doenças, incluindo doenças cardíacas, demência e depressão (23, 24, 25).

6. Durma o suficiente
A importância de dormir o suficiente não pode ser exagerada.

Pode ser tão importante quanto dieta e exercício, se não mais.

O sono insuficiente pode levar à resistência à insulina, eliminar os hormônios do apetite e reduzir seu desempenho físico e mental (26, 27, 28, 29).

Além disso, é um dos mais fortes fatores de risco individuais para ganho de peso e obesidade futuros.Um estudo mostrou que o sono de curta duração estava ligado a um aumento de 89% no risco de obesidade em crianças e 55% em adultos (30).

7. Cuide da sua saúde intestinal com probióticos e fibras
As bactérias em seu intestino, chamadas coletivamente de microbiota intestinal, às vezes são chamadas de ‘órgão esquecido’.

Esses bugs são extremamente importantes para todos os tipos de aspectos relacionados à saúde. Um distúrbio na bactéria intestinal está ligado a algumas das doenças crônicas mais graves do mundo, incluindo a obesidade (31, 32).

Uma boa maneira de melhorar a saúde intestinal é comer alimentos probióticos (como iogurte e chucrute vivos), tomar suplementos probióticos e ingerir bastante fibra. A fibra funciona como combustível para as bactérias intestinais (33, 34).

8. Beba um pouco de água, especialmente antes das refeições
Beber bastante água pode ter inúmeros benefícios.

Um fator importante é que ele pode ajudar a aumentar a quantidade de calorias que você queima.

De acordo com 2 estudos, pode aumentar o metabolismo em 24-30% durante um período de 1-1,5 horas. Isso pode chegar a 96 calorias adicionais queimadas se você beber 2 litros (67 oz) de água por dia (35, 36).

A melhor hora para beber água é meia hora antes das refeições. Um estudo mostrou que meio litro de água, 30 minutos antes de cada refeição, aumentou a perda de peso em 44% (37).

9. Não cozinhe nem queime sua carne
A carne pode ser uma parte nutritiva e saudável da dieta. É muito rico em proteínas e contém vários nutrientes importantes.

Leia também: White Max funciona

Os problemas ocorrem quando a carne é cozida demais e queimada. Isso pode levar à formação de compostos prejudiciais que aumentam o risco de câncer (38).

Então, coma sua carne, só não cozinhe demais ou queime.

10. Evite luzes brilhantes antes de dormir
Quando estamos expostos a luzes brilhantes à noite, isso atrapalha a produção do hormônio do sono melatonina (39, 40).

Um ‘hack’ interessante é usar um par de óculos de cor âmbar que bloqueiam a entrada de luz azul nos olhos.

Vitamina B3 pode curar casos de impotência Feijão

Vitamina B3 pode curar casos de impotência Feijão

Feijão é um dos alimentos que ajudam a prevenir a disfunção erétil Feijão é um dos alimentos que ajudam a prevenir a disfunção erétil Foto: Divulgação / Divulgação
Camilla Muniz Tamanho do textoA A A
Os homens que se preocupam com a impotência sexual podem ter conquistado uma forte aliada: a vitamina B3. Um estudo realizado na Universidade de Hong Kong mostrou que a ingestão diária da substância, também chamada de niacina, faz com que homens com disfunção erétil e elevados níveis de colesterol consigam manter a ereção.

A substância atua na melhora da circulação, facilitando o aporte de sangue para o pênis, necessário à rigidez.

— Quem toma niacina não apenas equilibra os níveis de colesterol no sangue, mas também fica mais disposto, o que é essencial para o sexo — diz a nutróloga Jane Corona. — A vitamina B3 faz o sangue circular mais limpo no corpo, pois aumenta o colesterol bom e diminui o ruim.

Para o urologista Aday Coutinho, embora se precise de mais estudos para comprovar a eficácia da niacina no tratamento da impotência sexual, a ingestão diária da substância pode ser considerada uma medida de prevenção da disfunção erétil.

Saiba mais: Prime Male estrias

— A saúde sexual depende de uma boa saúde cardiovascular. Isso já é uma verdade estabelecida. A pessoa que se alimenta bem e faz exercícios tem colesterol bom alto. Logo, tem menos chances de sofrer infarto e disfunção erétil — explica Coutinho.

Outra maneira de prevenir o problema é regular a alimentação (veja o quadro).

Segundo a pesquisa, o tratamento com vitamina B3 é mais vantajoso do que com medicamentos por ser natural e ter ação permanente, enquanto os remédios só fazem efeito por um tempo.

Emagrecer com saúde? Adote esses 20 alimentos

Emagrecer com saúde? Adote esses 20 alimentos

Saiba mais: Phytophen funciona

Conheça alimentos que são verdadeiros remédios para emagrecer com saúde, já que contribuem para uma reeducação alimentar
Emagrecer com saúde
A reeducação alimentar é o melhor caminho para emagrecer com saúde, pois incluir alimentos saudáveis na sua dieta é a melhor forma de ajudar seu corpo a mudar a forma como ele lida com a comida e com os nutrientes. Consumir alimentos que melhoram o trânsito intestinal, combatem a retenção de líquidos, aceleram o metabolismo, enganam a fome e auxiliam na queima de gordura é um excelente remédio para emagrecer com saúde – e o melhor: evitar o efeito sanfona.

Se o objetivo é emagrecer com saúde e reduzir medidas, você pode incluir os alimentos a seguir na sua dieta para emagrecer. Procure receitas variadas e que misturem alimentos dos quais você gosta com os novos sabores, assim você pode ir criando o hábito de manter uma alimentação saudável e perceber o quão prazeroso é experimentar sabores naturais. Alie a reeducação alimentar com uma mudança de hábitos também na parte física e procure um exercício que você goste de praticar.

Tenha em mente que a dieta contemporânea, repleta de açúcar, doces, gordura, frituras e alimentos processados, é uma das grandes vilãs do estilo de vida saudável. Emagrecer com saúde vai muito além do peso e envolve criar hábitos de vida que evitem que você engorde novamente ou, pior, que seu quadro evolua para obesidade. Conheça algumas opções saborosas e versáteis com as quais você pode criar receitas que vão te ajudar a emagrecer com saúde – de quebra você ainda aprende mais sobre os nutrientes e se diverte na cozinha.

Alimentos para emagrecer com saúde
Chá verde
chá verde
Vários estudos confirmam os benefícios do chá verde para quem busca emagrecer com saúde. Rico em catequinas, antioxidantes que estimulam o metabolismo, o chá pode ajudar a queimar mais calorias.

O chá verde é capaz de atuar no corpo evitando a degradação de noradrenalina, um neurotransmissor essencial que, entre outras coisas, promove a lipólise, a decomposição e eliminação de gorduras.

Gengibre
Gengibre
Raiz com ação antioxidante, baixo valor calórico e rico em vitaminas B3, B6 e C, o gengibre é um termogênico natural que acelera nosso metabolismo e aumenta a queima de gordura do corpo.

Ele ainda facilita a digestão de alimentos gordurosos e melhora o funcionamento do intestino, sendo um bom remédio natural contra desconfortos estomacais, enjoos e indigestão. Você pode usar o gengibre em chás, sucos ou comê-lo em pedaços.

É importante lembrar que, segundo a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), o uso do gengibre é contraindicado para pessoas com hipertensão.

Os melhores alimentos termogênicos
Aveia
aveia
Cereal rico em fibras solúveis e insolúveis, a aveia auxilia na perda de peso pois suas fibras aumentam a sensação de saciedade, auxiliando no controle glicêmico e ajudando a regular o intestino.

Assim, descongestionam nosso corpo de toxinas e gorduras que nos fazem engordar e, inclusive, adoecer. Se quisermos obter uma maior quantidade de nutrientes, devemos consumir a aveia crua.

Pepino
pepino

Devido ao seu alto teor de água e baixo teor calórico, o pepino é a fonte ideal para as pessoas que estão querendo perder peso.

Refrescante e diurético, elimina toxinas e ajuda na hidratação. Pode ser consumido em saladas, sanduíches ou como petisco.

Quinoa
quinoa
Apesar de não conter poucas calorias, a quinoa é riquíssima em proteínas, nutrientes e fibras, promovendo saciedade e ajudando a controlar a fome.

É uma ótima alternativa para substituir o arroz com feijão. Em formato de farinha, ela pode ser misturada no suco ou na comida. Já em forma de grãos, pode ser cozida junto com legumes ou salada.

Ameixa seca
Ameixa seca

A ameixa seca ajuda a melhorar o trânsito intestinal, combatendo a prisão de ventre e mantendo o corpo saciado por mais tempo. De novo, o mérito é de suas fibras, que, além de estimularem o funcionamento do intestino, saciam a fome com facilidade, auxiliando na perda de peso.

Pouco calórica e prática para carregar, a ameixa seca substitui o doce e pode ser consumida em lanches intermediários ou como sobremesa.

Mamão
mamãe
Diurético e rico em fibras, o mamão combate o inchaço na barriga e é indicado para todas as pessoas que sofrem de problemas digestivos, como diarreias, gases, prisão de ventre, gastrite, etc.

Trata-se de uma fruta muito nutritiva, que também é responsável pelo funcionamento correto do metabolismo e por eliminar o excesso de gordura do nosso corpo.

Folhas verdes
agrião
Elas são sempre são muito indicadas para quem quer emagrecer com saúde, pois, além de possuírem pouquíssimas calorias e um alto valor nutritivo, elas contêm um alto índice de fibras, as quais promovem saciedade e auxiliam no bom funcionamento de nosso intestino, consequentemente eliminando todas as toxinas desagradáveis e maléficas do nosso corpo. Alguns exemplos são a couve, que você pode consumir pura ou em sucos detox, e o agrião.

O que é clorofila?
Goji berry
Goji Berry
O goji berry se destaca por ser rico em vitamina C, nutriente que melhora o sistema imunológico, o humor, evita problemas oftalmológicos, derrames e ajuda a emagrecer com saúde.

Uma pesquisa publicada em 2011 mostrou que a ingestão diária de suco de goji berry durante 14 dias foi capaz de reduzir a circunferência da cintura e aumentar as taxas metabólicas em seres humanos em relação ao grupo controle que tomou um suco placebo.

Parecidos com uvas passas vermelhinhas, os gojis têm um gosto doce com um toque azedinho, e podem ser acrescentados a sucos, iogurtes, cereais, etc. Compre-os sempre orgânicos.

Nozes
oleaginosas
As castanhas e nozes, como amêndoa, noz, avelã, castanha de caju, castanha do Pará, macadâmia, pistache e outras, também conhecidas como oleaginosas, são importantíssimos para aumentar os níveis de HDL, o colesterol bom, prevenindo doenças cardíacas. A gordura boa encontrada nas nozes também é ótima para quem está tentando emagrecer com saúde, porque dá um efeito de saciedade.

Os ácidos graxos ajudam a deixar a silhueta mais fina, ativando o metabolismo da queima de gorduras e eliminando o tecido gorduroso que se acumula na região abdominal.

Uma boa dica é ingerir as oleaginosas antes das refeições, pois como as gorduras demoram mais para ser digeridas pelo organismo, a tendência é consumir porções menores.

Conheça 12 alimentos que dão energia
Grão-de-bico
grão-de-bico
Grão-de-bico, como a maioria dos legumes, é valioso devido à sua quantidade de fibras – duas xícaras oferecem a quantidade diária completa. Por conta disso e por possuir baixo valor calórico, ele ajuda a emagrecer com saúde de forma eficiente, diminuindo o apetite.

Chia
chia
Por ser super rica em fibras solúveis, que ajudam na sensação de saciedade, a semente de chia diminui a absorção de colesterol e ajuda a regular a glicemia do sangue. Tem um gosto neutro e é super fácil de ser adicionada a praticamente qualquer alimento, como frutas, saladas ou iogurtes.

Abacaxi
abacaxi
O abacaxi ajuda a emagrecer pois é rico em água e em vitamina C. Com poucas calorias, combate a retenção de líquidos e, por ser ácido e diurético, ajuda na digestão. Não se esqueça de beber muita água e outros líquidos para não sofrer desidratação.

Limão
limão
O limão é diurético, rico em vitamina C e um potente antioxidante, que elimina as toxinas e ajuda na digestão, colaborando para o emagrecimento.

A parte branca do limão e a casca contém pectina, que quando é dissolvida em água, produz uma massa viscosa que auxilia no trânsito intestinal e na saciedade, retardando a absorção dos açúcares.

Linhaça
Linhaça
As sementes de linhaça são antioxidantes e ricas em fibras. Elas contém substâncias bioativas que têm ação na modulação do processo inflamatório devido ao ômega 3, presente no alimento.

Ajuda na digestão e pode contribuir com a manutenção da boa forma. Elas ajudam a diminuir os níveis de colesterol e açúcar no sangue. Polvilhe uma colher de sopa de linhaça triturada diariamente nos cereais no café da manhã ou nas saladas.

Maçã
maça
A maçã ajuda a emagrecer com saúde, pois é rica em antioxidantes, regula os níveis de colesterol e de triglicerídeos e ajuda na digestão, sendo altamente recomendada para casos de obesidade e intestino preso.

Também conta com a presença de pectina e boa quantidade de potássio, nutriente que elimina o sódio extra do corpo, reduzindo a retenção de líquidos e, com ele, parte do inchaço. Contém fibras insolúveis na casca, que ficam no estômago por mais tempo e retardam a fome.

Chocolate amargo
cacau
Comer chocolate ajuda a emagrecer com saúde porque pequenas doses de chocolate no organismo favorecem o metabolismo, mantendo-o mais acelerado e ajudando a diminuir a quantidade de gordura no corpo. Além disso, alguns antioxidantes presentes no chocolate amargo interferem na produção de um hormônio chamado de leptina, que regula a saciedade ajudando a emagrecer.

As propriedades que estão no chocolate e ajudam a emagrecer estão presentes no cacau do chocolate, por isso, o ideal é comer chocolate amargo ou meio amargo.

Alimentos integrais
alimentos integrais
O alimento integral é aquele que não teve a sua estrutura alterada durante o processo de industrialização, mantendo a integridade das vitaminas, minerais e fibras. Por sua vez, todos estes nutrientes prolongam a saciedade, diminuindo a fome e, consequentemente, a quantidade de comida ingerida.

Comer pelo menos 20 gramas de fibras diariamente, provenientes de grãos integrais, frutas e verduras, ajuda a aumentar a sensação de saciedade. Um estudo publicado no ano passado mostrou que mulheres que comem mais fibras engordam menos à medida em que envelhecem.

Proteínas magras
Proteínas magras

Em um estudo feito em 2009 nos Estados Unidos, as pessoas que comiam mais proteínas no café da manhã (como ovos, por exemplo), sentiam menos fome e comiam menos calorias ao longo do dia do que aquelas que comiam pouca proteína na primeira refeição.

Além disso, comer três porções diárias de alimentos ricos em cálcio e vitamina D, como os laticínios magros (leite desnatado e queijos brancos), ajuda a diminuir a perda de massa muscular e facilita a manutenção do peso, indica um estudo.

Água
água

A água pode te ajudar a perder alguns quilos evitando que você coma mais. Além de ser vital para o bom funcionamento dos sistemas do corpo, tomar um copo de água antes das principais refeições e antes dos lanches é uma forma de comer menos – como o estômago já está parcialmente cheio de água, a sensação de saciedade não demorará a chegar e a tendência é comer menos do que o habitual.

Água de berinjela: como fazer e quais os benefícios
Água com limão: usos e benefícios
Em vez de nos preocuparmos apenas com o emagrecimento, precisamos também sempre optar por dietas que mantenham e melhorem nosso estado de saúde. Diante de qualquer dúvida, procure a ajuda de um/a nutricionista, que indicará o melhor tipo de dieta para você emagrecer com saúde.

Como diminuir as rugas com remédios caseiros

Como diminuir as rugas com remédios caseiros

Para evitar o aparecimento de rugas ou diminuir as já existentes, devemos combinar alguns hábitos saudáveis com a aplicação de diferentes remédios naturais que nos ajudarão a esticar a pele.
Dicas para embelezar suas unhas sem gastar
4 dicas para se vestir para uma festa à noite
5 remédios para o cuidado da boca

15
Compartilhado

À medida que envelhecemos, a pele perde colágeno e elastina; por isso fica cada vez menos flexível e mais enrugada. Se a isso somarmos alguns hábitos cotidianos como, por exemplo, fumar, expor-se ao sol ou franzir o cenho, é mais provável que o rosto deixe de ser jovem. Neste artigo, contaremos como diminuir as rugas com remédios caseiros.

Mude seus hábitos para diminuir as rugas
Além de remédios caseiros e de tratamentos, também é muito importante melhorar alguns hábitos se quisermos ter uma pele mais suave e jovem:

Evitar se expor ao sol
Isso não quer dizer que não podemos “pegar um bronze”, mas que devemos ter cuidado e não passar horas ao sol sem proteger a pele. Os raios UV aceleram o processo de envelhecimento.

Saiba mais: Proteína asiática benefícios

Não fumar
Quando você fuma, a boca realiza um movimento específico… e os arredores dos lábios enrugam! Se multiplicarmos este fato pela quantidade de vezes que isso é repetido, é fácil compreender porque aparecem as “marcas”.

Além disso, os agentes tóxicos que se adicionam ao tabaco, impedem uma boa oxigenação dos tecidos.

Leia também: 8 motivos para parar de fumar agora mesmo

Esfoliar
Esfoliar a pele pode ajudar a diminuir as rugas
Devemos começar com as esfoliações e as limpezas profundas da pele a partir dos 30 anos se não quisermos ter o rosto cheio de rugas quando tivermos 50 ou 60 anos.

Lembre-se de que os resto de maquiagem, o pó, a transpiração, e a sujeira se acumulam e obstruem os poros. Ao eliminar as células mortas, nossa pele estará mais saudável e menos enrugada.

Descansar
Durma 7 horas seguidas todas as noites já que, do contrário, o corpo produzirá mais cortisol. Este hormônio, além de nos deixar em estado de alerta, decompõe as células.

A falta de sono também é culpada pelo aparecimento das olheiras e de impedir que a epiderme se recupere dos danos sofridos ao longo do dia.

Alimentação saudável
Se não quisermos ter rugas na pele, devemos nos alimentar de forma equilibrada. Isso significa deixar de lado as frituras, o café, os doces e as farinhas.

Procure aumentar o consumo de:

Frutas
Verduras
Peixes azuis
Cereais e grãos integrais.
Comer um pouco de chocolate de vez em quando pode te proteger de danos solares.

Remédios caseiros para diminuir as rugas
Como complemento aos bons hábitos para diminuir as rugas, você pode utilizar alguns remédios caseiros que ofereceremos a seguir:

1. Máscara de cenoura
A cenoura contém antioxidantes que previnem o envelhecimento da pele. Pode ser consumida crua em saladas ou sucos, e também ser aplicada no rosto como máscara.

Ingredientes
2 cenouras médias
Uma xícara de água (250 ml)
Modo de preparo
Tire a casca das cenouras e corte-as em rodelas.
Coloque-as no liquidificador e acrescente a água.
Bata bem até formar um creme homogêneo.
Aplique na pele limpa e seca com a ajuda de um algodão.
Deixe agir por 10 minutos e depois enxágue com água morna.
Repita uma ou duas vezes por semana antes de ir dormir.
2. Azeite de oliva
O azeite de oliva pode ajudar a diminuir as rugas
Este ouro em forma de líquido possui muitos benefícios para a pele devido ao seu fornecimento de gorduras essenciais.

Algumas mulheres o utilizam como demaquilante, embora também possa servir para diminuir o ressecamento da pele. Não é recomendável caso você tenha uma pele oleosa.

O que você deve fazer?
Para aproveitar seus benefícios, você só precisa embeber um pouco de algodão com azeite de oliva e passar no rosto depois do banho. Não é preciso enxaguar.
Você também pode utilizar óleo de amêndoas, já que ele possui propriedades hidratantes e nutritivas semelhantes às do azeite.
3. Loção de leite
O leite possui alfa-hidroxiácidos (AHA) que ajudam na eliminação de células mortas, ao mesmo tempo que estimulam a produção de colágeno. Assim, proporcionam à pele mais elasticidade e jovialidade.

O que você deve fazer?
Se quer eliminar as rugas, molhe um pano ou um pouco de algodão em um pouco de leite (frio ou a temperatura ambiente) e aplique no rosto limpo.
Após 10 minutos, enxague com água morna.
4. Aloe vera
O gel de aloe vera possui muitas propriedades e melhora a saúde da pele de forma natural. Não é apenas útil para tratar feridas ou eczemas, mas também para diminuir as rugas.

Isso se deve ao fato de que o aloe vera é um regenerador por excelência.

O que você deve fazer?
Todas as noites, antes de dormir, espalhe um pouco do gel interno de um talo (abra-o pela metade com cuidado) no rosto. Não é preciso enxaguar.
Deixe agir durante toda a noite.
Visite também este artigo: Máscaras de aloe vera para cada tipo de pele

5. Chá de damianaO chá de damiana pode ajudar a diminuir as rugas
É dito que a damiana (Turnera diffusa) é “a fonte da juventude eterna”. Por isso, muitas mulheres consomem infusões feitas com essa planta. Também pode servir como um remédio caseiro externo para atenuar as rugas.

Quando o chá estiver pronto, deixe esfriar e passe no rosto e no pescoço com um algodão.

6. Máscara de clara de ovo
O ovo possui muitos nutrientes e, por isso, está presente em vários produtos de beleza, tanto para a pele como para o cabelo.

Com uma clara de ovo você consegue um “lifting” caseiro em questão de minutos.

Basta aplicá-lo no rosto e deixar agir por 20 minutos. Depois retire com água morna. Logo depois você conseguirá notar a pele mais macia.

Para esfoliar, você pode combinar uma clara de ovo batida com um pouco de aveia para formar uma pasta.
Aplique com movimentos circulares e deixe por 15 minutos.
Enxágue com água morna e em seguida aplique seu creme habitual.

Ressecamento causado pelo envelhecimento

Ressecamento causado pelo envelhecimento

Como identificar o ressecamento provocado pelo envelhecimento
O que torna a pele mais seca com a idade?
Como combater o ressecamento provocado pelo envelhecimento
Produtos relacionados
Algumas vezes os processos de envelhecimento dentro da pele farão com que o próprio tipo de pele mude com o passar do tempo e, com ele, a sua aparência e textura. No caso do ressecamento da pele provocado pelo avanço da idade, isso também inclui o aumento da sensação de ressecamento e estiramento, ocorrendo simultaneamente com o surgimento de linhas finas e rugas. Essas mudanças duplas indicam que a forma como a pele é cuidada precisa ser reavaliada: para mantê-la saudável, com uma sensação confortável e para minimizar os sinais visíveis do envelhecimento.

SINAIS & SINTOMAS
Como identificar o ressecamento provocado pelo envelhecimento
O ressecamento da pele causado pelo envelhecimento é um problema que fica mais visível e pode precisar de maior atenção com o passar do tempo.

Ele pode afetar qualquer um dos quatro principais tipos de pele. Todos os tipos de pele tendem a ficar mais secos com a idade. Apesar de não ser sempre o caso, o aumento do ressecamento é um processo comum do envelhecimento geral da pele.

Pele seca e sensível estão geralmente conectadas e podem ser problemas simultâneos. Conforme o tempo passa, o ressecamento que acompanha a sensibilidade pode piorar e tornar-se um ressecamento provocado pela idade.

Qual a sensação de uma pele ressecada pelo envelhecimento
Com o passar do tempo, a pele pode ficar com uma sensação mais seca e estirada. Além delas, outras características da pele seca envelhecida podem ser:

Aspereza
Rachar, com tendência à formação de fissuras
Formação de calos/descamação
Coceira frequente

Qual o aspecto de uma pele ressecada pelo envelhecimento
Junto com a sensação crescente de ressecamento, minúsculas rachaduras e rugas começam a ficar visíveis na superfície da pele. Elas começam a aprofundar gradualmente com o passar do tempo e a aumentar em número.

Com o passar do tempo a pele perde hidratação.

A textura seca da pele facial pode ficar áspera e talvez até mesmo descamar.
CAUSAS & FATORES DESENCADEADORES
O que torna a pele mais seca com a idade?
O ressecamento provocado pelo envelhecimento é causado por uma combinação de fatores internos e externos que, conforme os anos vão passando, possuem uma influência crescente sobre a pele.

Leia também: pés ressecados

Depois dos 25 anos de idade, o metabolismo da pele desacelera. Pela terceira década de vida, a pele começa a mudar. Esse envelhecimento cronológico é inevitável. É causado principalmente por alterações fisiológicas nas funcionalidades da pele. Nesse caso , ela fica cada vez mais seca e menos elástica, conforme o tempo passa.

A função da barreira da pele fica enfraquecida, contribuindo para a perda de umidade. Como essa função vital está comprometida, agora a pele é menos capaz de proteger-se contra fatores externos, os quais aceleram ainda mais o ressecamento causado pela idade.

O sistema metabólico dentro de cada célula desacelera, a pele perde cada vez mais umidade e torna-se menos elástica seguidas de pele seca no rosto e rugas. É o aparecimento desses dois efeitos na superfície da pele que indicam as evidências do ressecamento provocado pelo envelhecimento.

A predisposição genética e etnia podem afetar a velocidade com que a pele de uma pessoa envelhece e os efeitos do ressecamento provocado pelo envelhecimento tornam-se aparentes.

As primeiras linhas finas e rugas geralmente aparecem ao redor dos olhos.

Os sinais de envelhecimento aparecem com menor gravidade e começam num estágio posterior em peles mais escuras.
Conforme avançamos na vida, as alterações hormonais também impactarão. Com a chegada da menopausa, uma queda nos níveis de estrogênio pode desacelerar a produção das fibras elásticas.

O que acontece nas camadas da pele?

A camada córnea
É constituído por queratinócitos e substâncias bem compactadas que, em conjunto, são conhecidas como fatores de hidratação naturais, ou FHNs. Essas substâncias dão a essa camada a capacidade de conectar-se com a água. Na pele jovem, uma camada córnea eficiente armazena entre 10 a 20% da água do corpo todo.

Conforme a pele envelhece, a camada córnea é afetada por processos desacelerados dentro da pele e por fatores externos que comprometem a sua função como barreira. Ela já não consegue mais segurar a umidade na pele de uma forma tão eficaz. O resultado é o ressacamento e o subsequente aparecimento de rugas.
Camadas dérmicas
A estrutura da pele fica comprometida e rugas mais profundas tornam-se mais aparentes. A elasticidade e densidade da pele ficam reduzidas e ela perde o seu aspecto jovem.
Camadas hipodérmicas
Nessas camadas mais profundas, as células de armazenamento de lipídios ficam menores e em menos quantidade.
Leia mais sobre a estrutura da pele, ou sobre outros sinais visíveis do envelhecimento e as suas causas, como rugas, perda de volume ou perda de densidade e de brilho.

SOLUÇÕES
Como combater o ressecamento provocado pelo envelhecimento
Estabeleça uma boa rotina de cuidados com a pele

Qualquer tipo de pele seca necessita de uma atenciosa rotina de cuidados da pele, para melhorar o seu aspecto e sensação. A pele seca pode reagir de forma muito mais sensível ao sabão e às soluções alcalinas, como as encontradas em diversos agentes de limpeza. Portanto, essa limpeza deve ser realizada usando um produto suave, que não remova em nada a umidade da pele. Procure fórmulas que não possuam fragrâncias e cores, como a linha Eucerin DermatoCLEAN.

Use produtos para a pele que tratem a pele seca.
Ao cuidar da pele, usar produtos de cuidados com a pele, que contenham os seguintes ingredientes ativos, poderá ajudar. Estes são bastante eficazes ao tratar o ressecamento causado pela idade:

Ingredientes ativos

Ureia
A ureia é um dos fatores de hidratação natural, FHNs, naturalmente fabricada pelo corpo. Isso a torna ideal para tratar a pele seca. A ureia é um ingrediente chave em todos os produtos da linha Eucerin Ureia.

Ácido Hialurônico
Também naturalmente presente na pele, o ácido hialurônico possui uma capacidade elevada de fixar-se à água. Ele melhora a regeneração da pele e favorece a distribuição de nutrientes. É a eficiência do ácido hialurônico, em tratar tanto a pele seca como as rugas, que o torna bastante útil no combate ao ressecamento causado pelo envelhecimento.

Esses dois ingredientes ativos em conjunto criam uma solução extremamente eficaz para o ressecamento provocado pela idade.

Ceramida-3
Ela ajuda naturalmente a regenerar a barreira da pele e a reduzir a deficiência de lipídios.

Evitando fatores contribuintes

Assim como com a pele do rosto seca e muito seca, é importante evitar tudo o que resseque ainda mais a pele. Existem também alguns ajustes de estilo de vida que podem ajudar a retardar o aparecimento do ressecamento causado pelo envelhecimento.

Climas extremos devem ser evitados. O ar muito quente, frio ou seco pode afetar o equilíbrio de hidratação da pele.

Existem efeitos, tanto positivos como negativos, da exposição solar. A radiação UV deve ser controlada evitando-se o sol nas horas mais quentes do dia e vestindo camadas de roupas leves para se proteger. Fazer o uso correto de produtos FPS deve ser incluído nessa abordagem. Leia mais sobre como o sol afeta a sua pele.

Recomenda-se usar protetores solares com proteção UV elevada, como o Eucerin Sun FPS 60.

Alimentos ricos em antioxidantes, como frutas e legumes, ajudarão a manter o organismo e a pele revigorados e saudáveis.
Deve-se evitar influências químicas, como produtos de limpeza muito agressivos ou lavar o rosto com água muito quente, pois eles podem fazer com que a pele seque ainda mais. Isso acontece quando os fatores de hidratação naturais, FHNs da pele são removidos , deixando-a vulnerável e propensa à perda de umidade.

A nutrição pode ajudar a retardar o processo. Uma dieta rica em antioxidantes pode minimizar o efeito do estresse oxidativo.

Apoio ao desenvolvimento de uma pele saudável

Apoio ao desenvolvimento de uma pele saudável

Cuidando da pele dos bebês e dos recém-nascidos
A pele delicada dos bebês tem necessidades especiais e precisa de uma camada térmica e protetora, de alta hidratação e de um toque suave. Os pais geralmente não sabem como deve ser dado o primeiro banho no seu bebê ou o como cuidar da sua pele corretamente. Christina Hinderlich, obstetriz da Weleda na Alemanha, dá algumas respostas para as perguntas mais importantes sobre cuidados com a pele dos bebês.

Quais cuidados a pele do recém-nascido precisa logo após o nascimento?
Tente priorizar a qualidade ao invés da quantidade. Um óleo natural de origem vegetal de alta qualidade e um creme para prevenir assaduras são um ótimo começo. Os produtos com Calêndula da Weleda são ótimo porque a Calêndula é uma planta que absorve muita luz solar e calor, contribuindo para o desenvolvimento da pele graças à sua grande força estrutural. Além de te um efeito calmante na pele. O óleo de gergelim orgânico também é uma opção suave para os pequenos. Ele é rico em ácidos graxos poliinsaturados, que ajudam na formação da camada hidrolipídica.

Leia também: Pele saudável como manter

Quando devo começar a dar banho no meu recém-nascido?
Em muitos lugares os bebês não tomam mais banho imediatamente após o nascimento, limpar o sangue e os fluidos com cuidado é suficiente, pois é importante não remover o vérnix, uma substância de cor branca que oferece proteção para a pele do recém nascido. Quando um bebê vem ao mundo, um contato suave com a pele é vital. Nas primeiras horas, desenvolve-se um forte vínculo entre pais e filhos. O bebê deve ser mantido aquecido e em um ambiente calmo. Após a primeira semana de vida os pais se sentem mais confiantes para cuidar do seu bebê e o banho será um momento de relaxamento. O Calêndula Banho Hidratante contém extratos de Calêndula que são excelentes para a pele delicada do bebê.

Baby Body Oil tube in hand
Óleo deve ser usado em recém-nascidos?
Como o recém-nascido geralmente fica com a proteção do vérnix apenas em algumas dobras, e ele é rapidamente absorvido pela pele, um óleo de origem vegetal de alta qualidade pode ajudar no desenvolvimento saudável da pele do bebê. A aplicação cuidadosa de um óleo natural todos os dias pode contribuir para uma barreira epidérmica bem formada. Uma massagem gentil com o Óleo hidratante para bebê de Calêndula também ajuda a equilibrar a temperatura do corpo.

Baby gets tummy massage
De quais cuidados os bebês precisam para a pele seca de seu tronco?
A epiderme, que estava coberta pelo vérnix dentro do útero, normalmente descama por completo nos primeiros 14 dias após o nascimento. Essa descamação é normalmente vista peito e barriga. Para cuidar disso, é recomendável usar um óleo de origem vegetal de alta qualidade.

Exposição ao sol provoca problemas na pele se for excessiva

Exposição ao sol provoca problemas na pele se for excessiva

Apesar de tomar sol ser necessário para o nosso corpo sintetizar vitamina D, a exposição excessiva pode ser muito perigosa e causar desde acne até câncer de pele. Veja, a seguir, quais são os possíveis efeitos da exposição ao sol para a pele e como você pode se prevenir.

Quais são os riscos para a pele da exposição ao sol em excesso?

O sol produz os raios ultravioletas UVA e UVB que, em demasia, causam danos à saúde. Eles penetram profundamente na pele, podem provocar alterações nas células e têm efeito cumulativo. Ou seja, a exposição durante os primeiros 10 a 20 anos de vida aumentam o risco de problemas na pele na fase adulta ou na velhice.

A pele é o maior órgão do corpo humano e o que mais sofre com a exposição ao sol em excesso. Veja quais são os principais problemas na pele que o sol pode causar:

Queimaduras na pele – muita exposição ao sol faz a pele ficar mais seca, enrugada e descasca. Embora pareça ser mais espessa, ela fica enfraquecida e, como resultado, ela se machucará mais facilmente.

Leia também: Problemas de pele tratamento

Envelhecimento precoce da pele – a radiação danifica o DNA das células, aumenta os radicais livres e quebra as fibras elásticas e colágenas. Por isso, a pele fica fotoenvelhecida, ou seja, mais espessa, às vezes amarelada, áspera e manchada, além de ter um maior número de rugas.

Manchas na pele – podem ser escuras ou claras e são uma defesa natural da pele à exposição solar. As manchas escuras podem ser melanoses solares ou manchas senis e surgir em áreas que ficam muito expostas ao sol, tais como: face, mãos, braços, colo e ombros. Já as manchas brancas aparecem quando há ação acumulativa da radiação solar de forma prolongada e repetida ao longo da vida.

Câncer de pele – pode começar como uma mancha ou pinta e a exposição solar excessiva é o principal fator de risco. As pessoas que tomam sol de forma prolongada e frequente tem maior risco de desenvolver a doença, principalmente aquelas de pele, cabelo e olhos claros. No Brasil, o câncer de pele não melanoma é o tipo de câncer mais comum.

Acne solar – atinge principalmente o rosto, o pescoço, os ombros, o tórax e as costas. Ela se manifesta na forma de pequenas bolinhas avermelhadas e duras. É provocada pela mistura da oleosidade maior da pele com sudorese, uso do filtro solar e da própria radiação do sol.

Como prevenir os efeitos da exposição ao sol

Com alguns cuidados simples é possível evitar os riscos de tomar sol em excesso. Veja o que fazer:

Evite a exposição ao sol entre 10h e 16h;
Cubra áreas expostas com roupas apropriadas: calça e camisa de manga comprida;
Óculos escuros e chapéus de abas largas ajudam a proteger o rosto e o corpo;
Não se esqueça de manter o corpo sempre hidratado, bebendo bastante água;
Use diariamente protetor solar com fator de proteção (FPS) 30 ou superior, mesmo em dias nublados. Aplique o produto 30 minutos antes de tomar sol para que a pele o absorva e reaplique a cada duas horas.

É importante observar as alterações na pele, como mudanças no tamanho e na coloração das pintas e manchas, e consultar o médico para obter diagnóstico e tratamento adequados. Mesmo que muitas das lesões da pele sejam benignas, elas podem atrapalhar a qualidade de vida do paciente.

Consuma 12 alimentos que combatem a flacidez

Consuma 12 alimentos que combatem a flacidez

Para manter a firmeza da pele, laranja, água e frango,são alguns dos alimentos indicados

Pele flácida
Pele flácida
Se tem algo que deixa a mulher constrangida ao deixar as penas de fora é a pele flácida ou com celulite. Comum entre as mulheres, o problema pode desaparecer com ajuda de tratamentos e até uma boa alimentação.

Apesar de ser uma fator genético, a flacidez da pele é principalmente causada pela perda de colágeno e de água, que ocorre com o passar dos anos. As estruturas de colágeno e elastina da pele também envelhecem e, em consequência, não desempenham tão bem sua tarefa de sustentação. Já a flacidez dos músculos pode ser causada por sedentarismo, alimentação inadequada, oscilações bruscas de peso e também pela gravidez.

Confira as opções de alimentos responsáveis pelo tratamento da flacidez.

ARROZ INTEGRAL

Leia também: Flacidez tratamentos

Além de ser super saboroso e amigo da dieta, o arroz integral é rico em fibras e em vitaminas do complexo B, que ajudam a manter a firmeza da pele.

TOMATE
Além de ser rico em vitamina A, que ajuda a síntese de colágeno, o tomate ainda contém licopeno, que dificulta a ação de radicais livres sobre as células.

FRUTAS VERMELHAS
As frutas vermelhas, como amora, morango, mirtilo, framboesa e cereja, são ótimas no combate à flacidez. Além de extremamente saborosas, elas são ricas em antioxidantes, que dificultam a ação dos radicais livres sobre a pele – eles danificam o tecido, prejudicam a elasticidade e causam celulite.

AMÊNDOAS
As amêndoas ajudam bastante no combate à flacidez. Isso porque elas possuem zinco, nutriente essencial para a cicatrização e formação de colágeno.

COUVE
A couve e outras folhas verdes escuras são ricas em antioxidantes, que impedem a ação de radicais livres nas células e evitam o envelhecimento precoce da pele.

ABACATE
Além de delicioso, o abacate ajuda a manter o corpitcho com tudo no lugar. É que essa fruta contém gorduras monoinsaturadas (boas para o organismo), que ajudam a preservar a elasticidade. Mas cuidado, não exagere no consumo! Três colheres de sopa por dia são suficientes.

LARANJA
Rica em vitamina C, a laranja colabora para a formação do colágeno. Se você não gosta muito de consumir a fruta, opte por tomar um belo suco de laranja pela manhã.

FRANGO
Fonte de proteína magra, o frango ajuda bastante na construção e reconstrução de massa muscular, evitando assim a flacidez.

AVEIA
A aveia é fonte de silício, mineral fundamental para a produção de colágeno. Uma boa dia é colocar até 2 colheres de sopa no seu iogurte matinal.

CENOURA
Boa fonte de vitamina A, pois auxilia na produção das fibras de colágeno, a cenoura é muito amiga do corpo durinho. Tente consumir um pouquinho deste quitute em alguma das principais refeições.

BATATA-DOCE
Além de ser um carboidrato de baixo índice glicêmico, a batata-doce possui vitaminas do complexo B, que ajudam a queimar gorduras localizadas. Ou seja, tudo de bom!

ÁGUA
Uma pele hidratada é naturalmente mais firme e tem mais condições de produzir colágeno. Aquela regra básica de beber 2 litros de água por dia é super indicado no combate à flacidez.